greciantiga.org
 
ga
a principio ad anno domini 529

O leão de Neméia

0950
Héracles e o leão II, -560/-540.
pars iii.1
1º trabalho de Héracles
πρῶτον μὲν οὖν ἐπέταξεν αὐτῷ τοῦ Νεμέου λέοντος τὴν δορὰν κομίζειν·.
Apollod 2.5.1

Filho de Equidna e de Ortro, irmão da Esfinge de Tebas, o leão era de tamanho descomunal e ainda por cima invulnerável. Devastava a região de Neméia, perto de Micenas e de Corinto, e devorava rebanhos e pessoas do lugar. Euristeu mandou Héracles acabar com o monstro.

Héracles primeiro tentou atingir o gigantesco leão com a clava e depois com as flechas, sem sucesso. Com súbita inspiração, encurralou-o em seu próprio antro, atacou-o diretamente, prendendo-o em seus braços, e apertou até o monstro morrer asfixiado. Morto o leão, Héracles esfolou-o com as próprias garras e passou a vestir a pele invulnerável, daí em diante uma de suas "marcas registradas".

Em Neméia, Héracles recebeu a hospitalidade de um camponês pobre, Molorco, cujo filho havia sido morto pelo leão, e que forneceu ao herói seu único carneiro para que ele, em agradecimento, fizesse um sacrifício a Zeus. Nesse local, Héracles instituiu em honra de seu pai os Jogos Nemeus[1].

De acordo com algumas versões tardias, Hera colocou o leão nos céus, formando uma das constelações do zodíaco (Leo, a Constelação do Leão, entre Cancer, a oeste, e Virgo, a leste).

Fontes

A mais antiga referência a esse trabalho está na Teogonia de Hesíodo (Hes. Th. 327-32). Outros textos têm breves referências, relatos resumidos ou descrições completas do 1º trabalho. Os mais importantes são:

  1. Píndaro (Pi. I. 6.41-9)
  2. Baquílides (B. Fr. 9;13)
  3. Calímaco (Call. Aet. 55-9)
  4. Teócrito (Theoc. Id. 25)
  5. Pseudo-Eratóstenes (Eratosth. Cat. 12)
  6. Diodoro Sículo (D.S. 4.11.3)
  7. Pseudo-Apolodoro (Apollod. 2.5.1 — a primeira frase está na epígrafe)

Iconografia

A luta entre Héracles e o leão de Neméia é um dos mais antigos trabalhos representados em obras artísticas (-750/-700) e, também, o mais representado, notadamente na cerâmica do Período Arcaico da segunda metade do século -VII em diante. Acima de 700 vasos de figuras negras e cerca de 100 vasos de figuras vermelhas com esse tema chegaram até nós. A cena mais comum mostra o herói desarmado, com ou sem barba, atracado com o leão pela frente, de pé ou no chão (fig. 085). As armas estão muitas vezes longe ou penduradas em um arbusto.

Obras literárias

O episódio inspirou um dos idílios de Teócrito, Héracles, o matador de leões (Theoc. Id. 25).

Notas

  1. Os Jogos Olímpicos, Píticos, Ístmicos e Nemeus eram os mais importantes da Grécia. Os Jogos Olímpicos, restaurados na idade moderna pelo Barão de Coubertin, eram celebrados em Olímpia, em honra a Zeus; os de Delfos em honra a Apolo, daí serem chamados de Píticos; os jogos celebrados em Corinto eram chamados de Ístmicos, e os celebrados na antiga cidade de Neméia (hoje chamada de Heracléia), de Nemeus, em honra a Zeus e a seu filho Héracles, o famoso Hércules dos romanos. Os jogos nemeus ocupavam o quarto lugar em importância. [FBS]
  2. [ voltar ]
Referências e bibliografia
s consulte a bibliografia geral da área