greciantiga.org
 
ga
a principio ad anno domini 529

Poesia épica

0259
Papiro com trecho da "Ilíada", final do sæc. II.

INITpopéia ou poesia épica é o gênero literário dos poemas homéricos, a Ilíada e a Odisséia, as duas mais antigas obras da literatura grega que chegaram integralmente até nós. Como a literatura grega é a mais antiga da Europa, elas também são, consequentemente, as mais antigas da literatura Ocidental.

Sua origem remonta, talvez, a antiquíssimos cantos e declamações em festivais religiosos e em outras festas populares; pela alta qualidade literária, são a culminância de uma longa tradição de composições poéticas orais. Embora retratem em grande parte a sociedade micênica foram, provavelmente, compostos durante o século -VIII, no fim da Idade das Trevas.

Para os gregos e também para nós, os dois mais importantes autores de epopéias (poemas em versos épicos) foram Homero (c. -750) e Hesíodo (c. -700). A maioria de suas obras chegaram completas aos nossos dias e, além disso, tanto os comentadores da Antiguidade como os de hoje apontam sua superioridade sobre os demais.

Muitas obras de autoria desconhecida, como por exemplo os hinos homéricos e a Batracomiomaquia, foram atribuídas na Antiguidade a Homero, dado o seu prestígio. O mesmo se deu com Hesíodo, a quem foi atribuído o Catálogo das Mulheres. Algumas dessas obras chegaram até nós, na íntegra ou em fragmentos.

Dispomos também de trechos e resumos de outros poemas épicos, datados dos primeiros séculos do Período Arcaico, de autores mais ou menos conhecidos: Cantos Cípricos, Saque de Ílion, Titanomaquia e outros.

Leitura complementar    br   pt

M.B. Appel & M.B. Goettems (org.), Da Epopéia sânscrita à telenovela, Porto Alegre, Movimento e SBEC, 1992.

Referências e bibliografia
s consulte a bibliografia geral da área