logo
\ 540 palavras

Poemas pseudo-hesiódicos

[Hesiodus] Fragmenta [Hes.] F 1-238
 
Pirítoo e Teseu no hades

Na Antiguidade, Hesíodo foi considerado, assim como Homero, autor de uma série de poemas épicos sobre vários temas, nenhum deles de sua autoria.

Todos esses poemas, ditos pseudo-hesiódicos, são razoavelmente posteriores à época em que Hesíodo viveu (c. -700) e têm estilo suficientemente diferente para que os eruditos modernos acreditem que não são de sua autoria. Em muitos casos, a atribuição a Hesíodo é contestada desde a Antiguidade.

As duas mais importante epopeias pseudo-hesiódicas, Catálogo das Mulheres e Escudo de Héracles, são menos mal conhecidas, e apenas o Escudo está completo.

Ignoramos o autor e a data precisa de todos; da maioria, temos apenas o título e alguns fragmentos. Com exceção dos dois poemas mencionados, restam poucas pistas sobre o tema de cada um.

Mini-catálogo

Eis uma lista dos textos mais importantes, na sequência proposta por Most (2007):

  • O escudo de Héracles, 480 versos (gr. Ἀσπὶς Ἡρακλέους). Descrição da luta de Héracles (e Iolau) contra Cicno, filho de Ares, e do escudo do herói.
  • Catálogo das Mulheres, F 1-184 (gr. Ἠοῖαι). Genealogia das heroínas, particularmente as que tiveram consorte divino, e alguns de seus mitos.
  • Grandes Ehoiai, F 185-201 (gr. Μεγάλαι Ἠοῖαι). Semelhante ao Catálogo das Mulheres.
  • Casamento de Céix, F 202-5 (gr. Κήυκος γάμος). Mito de Alcione, filha de Éolo, e de Céix, filho de Heósforo.
  • Melampodia, F 206-15, (gr. Μελαμποδία). Mito do médico-adivinho Melampo e, possivelmente, também o de Tirésias e outros adivinhos, talvez em três livros.
  • Descida de Pirítoo [ao Hades], F 216 (gr. Πειρίθου κατάβασις). Pirítoo, Teseu e Meleagro são personagens da história.
  • Os Preceitos de Quíron, F 218-20 (gr. Χείρωνος ὑποθῆκαι). Conselhos de fundo moral, religioso e prático atribuídos ao centauro Quíron.
  • Astronomia ou Astrologia, F 223-9 (gr. Ἀστρονομία vel Ἀστρολογία). Descreve o nascimento e o ocaso de estrelas e constelações.
  • Egímio, F 230-38 (gr. Αἰγίμιος). Autor: Hesíodo? Cércope de Mileto? Contém vários mitos, e.g. , Greias, Teseu, o tosão de ouro e Aquiles.

Segundo Calímaco (Epigr. 27), Astronomia serviu de modelo para o poema Fenômenos, de Arato de Soli (fl. -300/-250).

Os textos

Sinopses

Apenas dois poemas são abordados nos textos do Portal.

Fontes e edições

A maior parte dos fragmentos disponíveis vêm de antigas antologias ou de menções de outros autores, como Pausânias, Ateneu e o Pseudo-Apolodoro. Quantidade menor, porém cada vez mais significativa, sobreviveu em papiros da época greco-romana. Do poema Descida de Pirítoo ao Hades, por exemplo, resta um único papiro, bastante fragmentário.

Os fragmentos são conhecidos desde o início do século XVII (e.g. Heinsius, 1603 e Graevius, 1667) e foram reunidos, em maior ou menor escala, por vários editores (e.g. Kinkel, 1877 e Rzach 31913). As edições mais recentes e mais atualizadas são a de Merkelbach e West (1967) e a de Most (2006/2007). A de Most, utilizada aqui no Portal, é acompanhada por tradução, comentários e índice onomástico.

Traduções

Com exceção do Escudo de Héracles, não há traduções sistemáticas desses textos para o português, a não ser pequenos trechos citados em alguns trabalhos acadêmicos, e.g. o antigo F 23a M-W, equivalente ao F 19 Most (ver Catálogo das mulheres).

leia mais