1095
1095X

O primeiro templo de Apolo Dafnéforo em Erétria

-800/-750

Vista aérea. Sítio arqueológico de Erétria, Eubeia

 
1095
O primeiro templo de Apolo Dafnéforo em Erétria / imagem principal
 
1095a
Reconstrução do templo apsidal (Paul Auberson, 1968)
ImagemBdubosso, 06/01/2009Fonte / ©Wikimedia CommonsLicençaCC BY-SA 3.0Iluminura1095

Comentários

Erétria fica na parte sul da ilha de Eubeia e tem muitos sítios arqueológicos antigos. Na área dos templos dedicados a Apolo há várias estruturas superpostas, mas quatro fases distintas estão razoavelmente bem discriminadas:

  1. cabana de 9,5 X 6,5 metros (-800/-750), planta apsidal[1], base de pedra com 0,55 m de espessura (ver X na imagem supra), paredes, teto e pórtico com estrutura de madeira recoberta de materiais perecíveis, possivelmente os mesmos utilizados nas cabanas da mesma época;
  2. hecatompedon[2] do período geométrico (c. -750) de 34,5 x 7-8 m, aproximadamente, paredes de 0,45 metros de espessura, fileira central de postes de madeira ao longo do comprimento para sustentar o teto, a exemplo do hecatompedon I de Samos [Ilum. 0154], parte traseira apsidal, aparentemente sem pórtico;
  3. hecatompedon arcaico (c. -670/-650) de 40,1 X 11,7 m, estilo iônico;
  4. templo arcaico períptero (c. -530/-520) de 20,55 X 47,80 m, estilo dórico a julgar por vestígios do capitel das colunas.

A figura 1095a mostra como deve ter se parecido originalmente a estrutura apsidal mais antiga, cuja natureza sagrada é sugerida notadamente pelo cuidado das construções anteriores em preservar o recinto. O hecatompedon geométrico, no entanto, era com certeza um templo, assim como as duas estruturas do Período arcaico.