423
0423X

Aspecto astronômico do Caos

30/11/2000

Galáxia Circinus, na constelação Circinus, a 15 milhões de anos-luz da Terra. Telescópio espacial Hubble (HST)

AcervoParis, Agência Espacial EuropeiaImagemA.S. Wilson, P.L. Shopbell, C. Simpson, T. Storchi-Bergmann, F.K.B. Barbosa, M.J. Ward e NASA/ESAFonte / ©Hubble Space TelescopeLicençaCC BY 4.0Iluminura0423

Comentários

Circinus, lat. ‘compasso’, galáxia em espiral com grandes buracos negros, tem sinais de grande atividade formativa em seu núcleo e assim nos fornece uma pálida e limitada visão do que deve ter pareceido Caos, na época que iniciou a formação do Universo.

A exata natureza do Caos é muito discutida desde a Antiguidade. Hesíodo, Aristóteles, Aristófanes, Acusilau e muitos outros especularam a esse respeito.

O sentido moderno de Caos como matéria desorganizada, i.e., “desordem”, remonta a Amores 32, diálogo incorretamente atribuído a Luciano de Samósata pelos antigos.