Arriano

Seção: história grega
Ἀρριανός Arrianus Historicus Arr.
página esquemática / provisória

Arriano (gr. Ἀρριανός, lat. Lucius Flavius Arrianus), historiador e filósofo, era originário de Nicomédia (Bitínia) e viveu entre 90 e 160, aproximadamente.

Aristocrata romano, de família com raízes gregas, passou a maior parte da vida em Nicópolis, Roma, Cesareia (Capadócia) e Atenas. Amigo do imperador Adriano, foi cônsul em 129 e legado (governador) da Capadócia por seis anos, a partir de 131 ou 132.

iPériplo do Ponto Euxino

Sua principal obra é a Anábase, relato das principais campanhas de Alexandre III da Macedônia, que chegou integralmente até nós. Há apenas um outro texto completo, a Indica, que contém várias informações sobre a cultura e a geografia da Índia e o relato da expedição naval de Nearco, oficial de Alexandre, do Rio Indo até o Golfo Pérsico (326/324).

O Périplo do Ponto Euxino, relato detalhado da topografia das margens do Mar Negro, data de 131/132 e chegou até nós em forma de carta dirigida a Adriano.

De outras obras temos apenas fragmentos. As mais importantes são Discursos de Epicteto (108), Eventos posteriores a Alexandre (preciosa fonte sobre a época dos diádocos), Arte Tática e Batalha contra os alanos.