logo

Acusilau de Argos

Seção: literatura grega290 palavras
Ἀκουσίλαος Acusilaus Historicus Acus.

Um dos mais antigos logógrafos, autor de genealogias míticas.

Vida

Além do nome de seu pai, Cabas ou Scabras, nada de certo sabemos a seu respeito, pois chegaram até nós apenas curtas e discutíveis notas biográficas.

A primeira menção ao seu nome é da autoria de Platão (Banquete 178b), mas acredita-se atualmente que Acusilau viveu entre o final do século -VI e a primeira metade do século -V na Argólida ou, talvez, na Beócia.

Diógenes Laércio 1.41; Clemente de Alexandria, Miscelânea 6.2.26; Suda. s.v. Ἀκουσίλαος e s.v. ῾Εκαταῖος.

Obra

Escreveu genealogias dos deuses e dos homens em prosa, acompanhadas de curtos relatos míticos, e mais no estilo de Hesíodo do que no estilo de Heródoto. Devemos, portanto, considerá-lo um mitógrafo que organizou sua obra em genealogias, e não um antecessor dos historiadores, como afirma, por exemplo, a Suda (ver Marincola, 2001 e Montanari, 2004; cf. Fontana, 2012).

iCeneu atacado por um centauro

Sua única obra conhecida, Genealogias (gr. Γενεαλογίαι), foi escrita no dialeto iônico e dividida em três livros.

Dela só restam cerca de 40 fragmentos, conservados notadamente por escoliastas e por outros autores tardios. O mais longo deles (POxy. 13.1611 fr. 1) conta o mito de Ceneu, um dos lápitas mortos pelos centauros.

Textos

Passagens selecionadas

ver epígrafe do verbete sobre Oceano e Tétis

Edições

Os fragmentos foram editados por Sturtz (Leipzig, 21824) e compilados por Diels (Berlin, 21906), por Jacoby (Leiden, 1957 = FGrH 2 F) e por Fowler (Oxford, 2000).

Até o momento, não há nenhuma tradução sistemática para o português.