logo

Aristófanes / Nuvens

Seção: literatura grega
Νεφέλαι Nubes Ar. Nu. -423
 
Dança das nuvens
página esquemática / provisória

O texto de As Nuvens (gr. Νεφέλαι) de Aristófanes que chegou até nós é uma segunda versão ou revisão da peça, preparada possivelmente entre -419 e -416, e que pode nunca ter sido representada.

A primeria versão da comédia foi encenada nas Dionísias Urbanas de -423 e obteve apenas o terceiro lugar. Nesse ano, Cratino venceu com A Garrafa.

Nesta comédia, Sócrates em particular e os sofistas em geral são retratados de forma ridícula, mostrados como intelectuais pretensiosos que sabem tudo, e que são capazes de ensinar qualquer pessoa.

Editio princeps: a Aldina, de 1498.

Edições modernas isoladas do texto: Starkie (1911), Rogers (1916), Dover (1968), Sommerstein (1982).

Traduções para o português: Gilda Starzinsky (1967), Junito de Souza Brandão (1976), Custódio Magueijo (1984), Baracat Jr. e outros (2013).

Primeira reapresentação moderna: janeiro de 1549, sob a direção de Eberhart, na cidade de Jáchymov, atual República Tcheca.

[ texto inacabado... ]

Ilustrações adicionais