logo
\ 330 palavras

A arte clássica

-480 / -323
 
Nióbida ferida nas costas

O Período Clássico marca o amadurecimento e o apogeu da arte grega. Suas características principais foram a representação naturalista da figura humana e o recurso a formas idealizadas de homens e mulheres em movimento.

Esses princípios podem ser observados com toda a nitidez na escultura: estátuas e relevos de homens e deuses em diferentes poses, atletas em pleno movimento e mulheres com vestes esvoaçantes enfeitam vários locais.

Os templos dóricos e jônicos assumiram dimensões cada vez mais monumentais e Atenas se tornou o principal centro cultural do período. Ictino, um dos arquitetos do parthenon, introduziu entre -430 e -390 uma quarta ordem arquitetônica, a coríntia.

Do final do Período Clássico datam numerosos edifícios comunitários, como tesouros, teatros, munumentos e mausoléus. O planejamento racional das cidades, que chamamos atualmente de “urbanismo”, tornou-se cada vez mais comum e a ágora, local onde os cidadãos se reuniam em assembleia, ganhou pórticos, monumentos e outras construções.

Poucas pinturas sobreviveram. A cerâmica decorada com a técnica de “figuras vermelhas” e as cenas desenhadas sobre fundo branco tornaram-se muito populares, enquanto os vasos “de figuras negras” entraram em rápido declínio.

O trabalho em metal teve desenvolvimento sem precedentes e numerosas estátuas de bronze de diversos tamanhos chegaram até nós. Artes menores como a joalheria e a cunhagem de moedas, contudo, evoluíram pouco em relação ao Período Arcaico.

leia mais