logo
\ 180 palavras

A arte na Idade das Trevas

-1100 a -750
 
Jarro com decoração geométrica simples

Com o empobrecimento cultural que se seguiu ao colapso do mundo micênico c. -1100, desapareceram as magníficas manifestações artísticas do período precedente. Durante os duzentos anos seguintes, as comunidades gregas preocuparam-se apenas com a sobrevivência.

Apesar disso e apesar do nome, a “Idade das Trevas” não foi apenas obscuridade e empobrecimento. A escassa cerâmica produzida após -1000, as esculturas em terracota e também os conceitos arquitetônicos que se desenvolveram mostram alguma continuidade com os padrões micênicos, de modo que nem todo conhecimento se perdeu.

A lenta recuperação cultural começou por volta de -900 e de forma diferente em cada local do mundo grego. Surgiram estilos artísticos próprios de cada região, especialmente na cerâmica, e a arte geométrica dos oleiros atenienses mostrou rara vitalidade para a época.

Alguns templos comunitários simples, de madeira, começaram a ser construídos nas últimas décadas desse período.

A partir dessas formas artísticas modestas e emergentes, com leves resquícios da esplêndida arte micênica, definiram-se as bases que caracterizariam a estética da Grécia Arcaica.

leia mais