logo

Edições modernas de textos gregos

Área: a grécia antiga  |  300 palavras
 
Texto grego e latino do juramento de Hipócrates

O que diferencia uma edição antiga de uma a edição moderna dos textos clássicos, gregos e latinos?

Em geral, o tipo de suporte e a manufatura. Na Antiguidade, Idade Média europeia e Período Bizantino, livros eram copiados manualmente em rolos de papiro ou pergaminho, um por um.

As edições “modernas” começaram durante o Renascimento cultural europeu, quando livros passaram a ser impressos com a ajuda de blocos tipográficos, em papel e em quantidades muito maiores.

Na área dos estudos clássicos, as obras antigas são encontradas em quatro tipos principais de apresentação:

  1. editio princeps: a primeira edição impressa da obra;
  2. edição padrão: uma edição posterior, a única ou a mais completa e de melhor qualidade, em geral com aparato crítico[1];
  3. edições “didáticas”: edições simplificadas, com ou sem o texto original, com ou sem tradução;
  4. traduções para língua modernas, às vezes acompanhadas do texto grego.

Traduções efetuadas diretamente do original podem ser encontradas em inglês, francês, espanhol, alemão, italiano e, em menor escala, também em português.

Há algumas décadas, numerosos textos antigos estão disponíveis em formato eletrônico, tanto em websites quanto em outras mídias. Várias edições antigas foram escaneadas e adaptadas para leitura em notebooks, tablets e smartphones.

leia mais